top of page

A Postura de São Iákovos de Eubeia Sobre a Recepção dos Conversos e Sobre o Batismo dos Heterodoxos

Atualizado: 17 de out. de 2022

Traduzido por Felipe Mendes


Toda a maravilhosa vida de São Iákovos, repleta de lutas espirituais e corporais, foi baseada em sua fé ortodoxa. Eventos específicos de sua vida e práticas do ancião sábio e cheio de discernimento confirmam sua obediência precisa aos ensinamentos dogmáticos da Igreja. O ancião ensinou pela sua prática. Vejamos um de muitos exemplos deste gênero.

Quando um adepto do Catolicismo expressou o desejo de se tornar ortodoxo, ele lhe disse, “o que o impede de ser batizado” (At 8:36). Por respeito à hierarquia eclesiástica, nos aconselhou ir ao bispo da área e anunciar a decisão deste homem. “Você irá ao bispo que, imediatamente após ouvir sua decisão, levantará de seu trono e irá acolhê-lo, meu filho, de alegria por você desejar tornar-se ortodoxo.” Dizendo isto, ele estava na verdade descrevendo seu próprio desejo e estado espiritual. Para nossa grande surpresa, não conseguimos sequer ver o bispo! Através de seu diácono, ele nos comunicou que de acordo com uma decisão do Santo Sínodo [da Igreja da Grécia], o batismo dos latinos é valido e não precisa ser repetido. Que ele deveria simplesmente assinar uma confissão escrita e o Mistério da Crisma deveria ser realizado.


Quando relatamos isto ao ancião, ele disse: eu não sei o que o Santo Sínodo decidiu, eu sei o que o Evangelho diz: “Aquele que crer e for batizado será salvo” (Mc 16:16). Após dizer isto ele foi buscar uma grande pia batismal, apropriada para adultos, na cidade vizinha de Limni, em Eubeia. Na capela de São Harálambos, que fora a célula de São Davi de Eubeia, o santo ancião realizou o Mistério do Batismo com grande esplendor, bem como o Mistério da Crisma, seguindo o typikon ortodoxo, com ajuda do arquimandrita Paulo Ioánnou, seu filho espiritual, que mais tarde se tornaria o Metropolita de Siátista. Eu, que escrevo estas palavras, fui o padrinho.


- Um fragmento do Sinaxário de nosso venerável e teóforo padre Iákovos de Eubeia, escrito pelo Dr. Nicholas Baldimtsis, Volos, Grécia.

32 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page