top of page

Delegação Eclesiástica da Grécia reuni-se com o Patriarca e Hierarcas da Igreja da Geórgia

As reuniões focaram na resposta da Igreja da Geórgia ao Sínodo de Creta [For Porteguese Speakers]


Legenda das foto principal: Sentados da esquerda para a direita: Arcipreste Teodoro Zisis, Sua Beatitude o Católico-Patriarca de Toda a Geórgia, Ilia II, o professor de teologia dogmática, Demétrios Tselengidis, Hieromonge Miqaeli Bregvadze, o monge Serafim (Zisis); de pé (da esquerda para a direita): Hierodiácono Peter, Arcipreste Simeão, Protopresbítero Peter Heers, Protopresbítero Matthew Vulcanescu, Metropolita de Zugdidi e Tsaishi, Gerásimos (Sharashenidze), Metropolita de Alaverdi, David (Makharadze), o Arcebispo de Stepantsminda e Khevi, Iegudiel (Tabatadze), Metropolita de Akhaltsikhe e Tao-Klarjeti, Teodoro (Chuadze), Protopresbítero Anastásio Gotsopoulos e Arcipreste Bessarion.


De 25 de julho até 28 de julho, uma delegação eclesiástica do clero da Igreja da Grécia visitou e foi hóspede do Patriarcado da Geórgia e Sua Beatitude, o Católicos-Patriarca de Toda Geórgia, Ilia II. A delegação consiste do Arcipreste e Professor Emérito de Patrologia da Faculdade de Teologia da Universidade de Tessalônica, Pe. Teodoro Zisis, Professor de Teologia Dogmática, Demétrios Tselengidis, Protopresbítero e Reitor da Paróquia de São Nicolau da Diocese de Patra, Pe. Anastásio Gotsopoulos, Protopresbítero e Reitor da Paróquia do Profeta Elias, Petrokerasa, na diocese de Ierissou e Monte Athos, Pe. Peter Heers, e Protopresbítero e Reitor da Paróquia da Santíssima Rainha, Bokos Hill, na Diocese de Pireus, Pe. Matthew Vulcanescu.

Em uma série de reuniões com os hierarcas da Igreja Ortodoxa Apostólica da Geórgia responsáveis pelas relações inter-ortodoxas, assim como com o Católico-Patriarca de Toda Geórgia, Sua Beatitude Ilia II, que graciosamente recebeu e honrou seus hóspedes em sua residência de verão, a delegação foi recebida calorosamente em um espírito de amor fraternal e sincera cooperação, tendo recebido excepcional hospitalidade em sua estadia de 5 dias. O propósito da visita da delegação subdividia-se em dois objetivos: por um lado expressar, em nome de todos os cristãos ortodoxos fiéis na Grécia, sua sincera gratidão ao Patriarca, Hierarcas e Fiéis da Venerável e Martírica Igreja da Geórgia por sua confissão da Fé Ortodoxa a despeito e contra a mobilização- no concílio - do ecumenismo sincretista, e, por outro lado, consultar e discutir pessoalmente com Sua Beatitude e Hierarcas a resposta adequada ao não-ortodoxo "Concílio de Creta".

Em Particular, a fidelidade da Igreja da Geórgia à eclesiologia ortodoxa, como evidenciado em sua decisão de vinte anos atrás de deixar e manter-se afastada da instituição sincrética-ecumenista, dominada por Protestantes, assim chamada "Concílio Mundial de Igrejas", foi elogiada e tomada como modelo para todas as Igrejas Ortodoxas. Essa fidelidade foi, além disso, mais evidente no posicionamento que a Igreja tem mantido em face dos textos e organização do erroneamente chamado "Grande e Santo Concílio", uma conferência episcopal de um pequeno grupo de bispos representando menos da metade dos fiéis ortodoxos, e que ocorreu em junho passado, em Creta.

As discussões estavam centradas nos problemas criados pelo inovador e não-ortodoxo "Concílio de Creta" e a resposta necessária a ele, baseada nos dogmas e cânones da Igreja e na eclesiologia ortodoxa. A necessidade de uma clara rejeição tanto da metodologia e organização do Concílio, assim como dos textos inovadores e não-ortodoxos adotados no concílio, e pela convocação de um novo Concílio Ortodoxo em resposta, foi enfatizada pela delegação grega. O patriarca deu as boas-vindas aos hóspedes e louvou seu amor e devoção à Igreja e à Fé, assegurando-lhes que "não existem muitas igrejas, mas apenas uma Igreja, a Igreja Ortodoxa", e que ele e o Santo Sìnodo irão "trabalhar pela unidade de todos os Ortodoxos", a qual só pode ser assegurada com base na fé de uma vez por todas entregue. Os representantes da Igreja da Geórgia nas conferências pan-ortodoxas, Metropolita Gerásimos de Zugdidi e Teodoros de Akhaltsikhe, também, de sua parte, enfatizaram o compromisso de sua Igreja com a rejeição pré-conciliar dos textos não-ortodoxos "O Sacramento do Casamento e seus Impedimentos", e "Relações da Igreja Ortodoxa com o Resto do Mundo Cristão". Além disso, o Patriarca e os Metropolitas também afirmaram que os documentos do concílio serão traduzidos para o georgiano e examinados e uma resposta oficial será divulgada depois de uma reunião geral dos Hierarcas em Outubro.

Em geral, tanto os hóspedes quanto os anfitriões encontraram pontos em comum e unidade de idéias em todas as matérias da fé com respeito ao Dogma da Igreja e seus limites e a necessidade de continuar inabaláveis na Confissão Ortodoxa da Fé, em face do crescimento do ecumenismo sincrético. Eles comprometeram-se a continuar a cooperação quanto a este particular no futuro imediato.

Além das reuniões e discussões mencionadas anteriormente, a graciosa hospitalidade pela qual o povo georgiano é tão bem conhecido foi extendida ao clero visitante com um programa completo de visitas a locais históricos de peregrinação da venerável Igreja da Geórgia.










1 view0 comments

Recent Posts

See All

Commentaires


bottom of page